Toda educação é ambiental (ou deveria ser)

Tardigrafes são seres praticamente indestrutíveis: podem viver dezenas de anos em uma especie de hibernação sem se alimentar, suportam calor e frio extremos – quase nada é capaz de derrotar esses seres que tem só 1 milímetro de comprimento.

Uma expedição recente à Lua deixou escapar acidentalmente alguns milhares de tardigrafes e é quase certo que eles estejam agora na Lua, passeando bem vivinhos. Ver [1]. Um roteiro batido de filme de terror de ficção científica mas que virou realidade. É esperar para ver o que acontece.

Este evento desastroso, apesar de relativamente pouco divulgado, levanta questões importantes: Quem é dono dos novos mundos? Quem se responsabiliza pelo que acontece fora do planeta Terra? Temos o direito de contaminar o universo, como estamos fazendo com a Terra ?

Educação e ambiente – futuro

Li outro dia que é possível correlacionar a preocupação com o meio ambiente com o nível de escolaridade das pessoas e dos povos. Quanto maior o nível de educação e escolaridade, mais ambientalmente correta tende a ser a pessoa. Tenho minhas dúvidas.

Sabe aquela cafeteira de cápsulas bacana que você e eu temos? É uma fábrica portátil de danos ambientais! Ver[2]

Tem ainda o consumo desenfreado de carne, o uso exagerado de plásticos, geração inconsequente de resíduos, mais carros do que precisamos nas ruas, etc, etc…tudo que eu e você sabemos. Pessoas bem e mal formadas estão contaminando o planeta, sem a mínima consciência ambiental.

Mas o acidente com os tardigrafes na Lua traz um fato novo e deveria nos alertar…

Se estávamos destruindo o planeta, agora começamos a destruir o próprio universo (ok, estou exagerando, é “só a Lua”…mas considere simbolicamente) em oposição a qualquer noção razoável que se tenha de educação. E , aliás, qual a relação de tudo que foi dito até aqui com educação?

Educação implica futuro, sob qualquer conceituação (mercado, cidadania, mão de obra, florescimento humano…). Assim, se queremos um futuro, a educação, em qualquer área, deveria ser voltar também para questões ambientais.

Por isso toda educação é ambiental ou, pelo menos, deveria ser!

———–

[1] https://super.abril.com.br/ciencia/queda-de-nave-israelense-espalhou-milhares-de-tardigrados-pela-lua/

[2] Para alívio dos donos de cafeteiras de cápsulas, há soluções como esta: https://qz.com/1685111/a-swedish-bike-is-made-from-300-nespresso-coffee-pods/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close