Educar para as novas mídias? Demorou!!

A Internet e seus dispositivos são agora o centro da cultura.

Há o que se ensinar/ aprender sobre como usar a Internet ou é só simplesmente “sair usando”?

Apresento três razões que, espero, ajudem a refletir que não se trata só de “sair usando…”.

#1 Tudo que você faz nas redes e escreve em emails pode ficar guardado para sempre. Por isso, estar fora do Facebook pode ser bom para sua carreira e seus negócios. Imagens e opiniões irrefletidas ficarão registradas ali para sempre depois que você apertar <Enter>. _Não acredita?

Lendo sobre bigdata, encontrei a frase. Ver [1] e [2].

“_Não interessa o que faremos depois com os dados, o que interessa é ter

 os dados”

#2 Procurar informações na rede não deveria ser tarefa só dos algoritmos da Google. Aqui entra a necessidade de fuga do pensamento único: basta escolher ou procurar alguma coisa em algum lugar e pronto: vem uma enxurrada de artigos parecidos ou pessoas com o mesmo interesse que os seus. Não aprendemos com as diferenças? Onde fica o pensamento novo ou a diversidade de pensamento quando nos transportam para uma bolha de falsas escolhas? Pensava que a inovação viesse do choque de contrários… Ver[3]

Um algoritmo da Google iria sugerir a você ver a banda Ratos de Porão no Programa do Gugu?

.

#3 Saber a diferença entre o que é um simulacro e o que é algo realUm zumbi Walking Dead se parece com uma pessoa, mas uma pessoa de verdade não se parece com um zumbi! Os simuladores cada vez mais realistas estão confundindo o que entendemos por real. Pessoas não são robôs e robôs não podem ser pessoas. Já pensou nas consequências?

Um adolescente usou um simulador em que mergulhava com tubarões. Seis meses depois dizia que tinha mergulhado com tubarões. Ver [4] e [5]

O uso da Internet deveria ser ensinado e aprendido…a liberdade total da e na rede favorece muito mais as grandes empresas dos que os indivíduos.

Educar para as mídias ou mídia-educação

A discussão sobre educar com as mídias de massa nasceu com o radio e a televisão. Como os anunciantes de produtos desde sempre sustentaram a televisão, quase não há debate sobre os limites da televisão. Agora fenômeno semelhante mas ultra-potencializado se repete.

A pesquisadora Maria Luiza Belloni escreve belamente sobre educação para as mídias e pesquisa sobre isso há muito tempo (escreve também sobre EAD). Ela entende que educar para o uso das mídias é decisivo para a formação da cidadania mas que isso beira o impossível sem o apoio dos professores. Desses pontos emergem grandes debates e discussões. Ver [6].

Para encerrar, de alguma forma, precisaríamos conjugar educação-mídia.

A ideia de educar para as mídias é ensinar como interpretar os símbolos da cultura.

Mas na era da comunicação dominada pela cibercultura, mais do que interpretar os símbolos da cultura, cabe também desafiá-la!

[1] KITCHIN, R. The Data Revolution: big data, open data infrastructures & their consequences. NYC: SAGE (2014).

[2] <https://www.linkedin.com/pulse/arqueologia-da-internet-lembra-daquele-primeiro-site-feito-barbosa/>

[3]

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

[4] <https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2020/01/06/deputado-posta-imagem-de-game-como-se-fosse-ataque-dos-eua-a-general-do-ira.htm>

[5] <https://super.abril.com.br/tecnologia/a-internet-nos-deixa-estupidos-entrevista-com-mark-bauerlein/>

[6] BELLONI, M. Luiza. O que é mídia-educação. Campinas: Autores Associados, 2005.

2 comentários em “Educar para as novas mídias? Demorou!!

  1. MARIA JOSE DA COSTA OLIVEIRA 16 de janeiro de 2020 — 2:27 pm

    Ronaldo, excelente! Uma visão crítica que provoca reflexão. Absolutamente necessária no atual contexto.

    Curtir

    1. Muito obrigado, Maria José! Estamos ignorando cenários completamente novos! Abraço!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close