Expirou seu material EAD? Adote Creative Commons!

Quando você publica algo na Internet, não importa como ou em qual plataforma, praticamente não há como impedir a copia. Apareceu na tela de algum dispositivo, já dá para ser copiado!

Mas a ideia de copia vai além da veiculação do material sem identificar o real autor. Existe um comercio clandestino de materiais acadêmicos em sites diversos que vendem ou fornecem materiais prontos. É bom lembrar que plagiamos mais do que percebemos e mesmo as ideias de plágio e originalidade dependem das lentes que usamos para julgar aquilo que lemos. Quando a informação circula tão rapidamente como nos dias de hoje, é muito difícil encontrar originalidade em alguma coisa. O risco é considerar um item original só porque não conhecemos o suficiente daquela área ou recuar aos gregos e dizer que desde eles ninguém fez nada de original, o que aliás, parece ser verdade.

Materiais didáticos em geral, sobretudo em EAD, longe de serem originais, são reelaborações ou sínteses transpostas para diferentes formatos. Apesar disso, são considerados elaborações intelectuais. Ver [1] e [2].

Em 2019, expirou o copyright para alguns materiais que produzi para disciplinas de cursos de graduação em EAD (cinco anos depois que as produzi) e aí me ocorreu: o que fazer com eles? Esquecer? Deixar para ser vendido por outros? Maquiar e revender para outra IES? Os materiais estão desatualizados, o tema não me interessa mais como antes e eu o faria diferente hoje (daí a brincadeira com imagem do 1o. disco da Elis Regina. Ver [3])

Resta compartilhar tentando garantir a autoria, mas como ?

Licenças Creative Commons

As licenças Creative Commons são uma evolução da ideia de compartilhamento intelectual, elas regulam a cópia e o compartilhamento de obras. Lembrar que o Copyleft garante a liberdade de reprodução e que Creative Commons é bem diferente de “liberar geral”.

As licenças Creative Commons não eliminam direitos autorais, elas oferecem direitos para que as pessoas possam usar as obras sob determinadas restrições estabelecidas pelo autor da obra.

As licenças Creative Commons (CC) foram adaptadas às legislações nacionais de diversos países, incluindo o Brasil. Aqui elas são representadas pelo Centro de Tecnologia e Sociedade da Faculdade de Direito da Fundação Getulio Vargas, no Rio de Janeiro.

Visualizar(abrir em uma nova aba)

Para registrar obras sob as licenças Creative Commons, basta acessar o site: https://br.creativecommons.org/. Neste site você encontra a simbologia que precisa associar a sua obra conforme figura abaixo:

Quem elaborou material para cursos de graduação EAD e, tempos depois, quer ter algum registro de autoria sobre ele e evitar (um pouco) o prejuízo, poderia republicar o mesmo material adotando a licença Creative Commons! Ver [4].

—-

[1] < https://www.linkedin.com/pulse/plagiarismo-e-metodologia-de-pesquisa-ronaldo-barbosa/ >

[2] CASTELLANOS PFEIFFER, Cláudia Regina. Que autor e este? 1995. 146f. Dissertação (mestrado) – Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/270699&gt;. Acesso em: 20 jul. 2018.

[3] < https://www.youtube.com/watch?v=aypU1Za1nes >

[4] < https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/ >

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close