8 bons motivos para você criar seu próprio curso on-line

Não há dúvida, todos os conteúdos estão na Internet. Mas isso não resolve os problemas dos alunos ou da educação.

Pessoas querem aprender e ainda precisam de alguém que lhes diga como fazer isso. Às vezes tem autonomia para estudar sozinhas, mas em geral, os estudantes não tem. Querem saber por onde começar, precisam de apoio e feed-back. O perfil de personalidade impera sobre o resultado que conseguem alcançar.

Ao mesmo tempo, professores estão ficando sem aulas e precisam criar suas próprias oportunidades.

Se você é profissional da educação, apresento aqui oito argumentos para você criar seu próprio curso on-line:

(1) Bons professores desenvolvem formas próprias de desenvolver conteúdos e promover aprendizado. Por que não criar cursos e tentar vendê-los? O investimento é de tempo e energia e pode ser prazeroso também.

(2) Alunos muitas vezes tem dificuldades de aprendizagem e não sabem a quem apelar. Um curso on-line torna-se um ponto de encontro para aproximar alunos e professores.

(3) Quando um professor cria um curso “do zero”, ele pode erigir seu próprio método de ensino e dar visibilidade para sua atuação profissional.

(4) O mercado de produção de conteúdos está em alta. Criar um curso dá visibilidade, fortalece portfólio, vira um cartão de visita do professor quanto à oferta para o desenvolvimento de materiais e cursos.

(5) O modelo presencial está encolhendo dramaticamente e dando lugar ao on-line. Criar um curso motiva a reflexão sobre as diferenças e combinações entre os modelos e possíveis formas de atuação do professor em novos cenários.

(6) Criar um curso on-line obriga a estruturação de conteúdos e de materiais de forma diversa a que o professor está acostumado, impulsionando-o a se atualizar e a buscar novas fontes, novas situações de aprendizagem e novas formas de avaliação dos seus alunos.

(7) A tendência é não haver mais cursos 100% presenciais (exceção à educação infantil), portanto, criar um curso on-line força o reconhecimento desta realidade e motiva a instrumentalização do professor, não importa onde e como venha a atuar depois.

(8) A profissão do professor tem sido desvalorizada desde que se tornou comparável a de um técnico de ensino. A separação entre quem cria o modelo/aula e quem o executa, tem afundado o prestígio do professor: apostilas, programas formatados, scripts de aula que chegam prontos. Criar um curso on-line é um exercícios de liberdade, confere notoriedade à autonomia do profissional de educação.

—-

Haverá um workshop em breve sobre como criar um curso, é gratuito, e eu serei um dos instrutores.

Se você se interessou, acesse o link abaixo em comentários e nos encontraremos no evento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close