Os “verbos da tecnologia”​ que estão mudando tudo

Kindle nunca mais. Perdi o meu na padaria. Quem o encontrou, descobri depois, comprou livros sobre gatos e sobre comida, eu que paguei.

Fui atrás de um livro na Internet e antes de recorrer aos russos, descobri a obra em diferentes versões digitais. A versão em Português era três vezes mais cara que a em Inglês. Fiquei com a versão em Inglês.

Em instantes, quando tive acesso ao livro veio a surpresa: a obra só podia ser lida diretamente na plataforma da Amazon ou em dispositivos Kindle, não era possível baixar o arquivo: não há acesso ao livre ao arquivo para os consumidores, afinal só paga para ler, não para levar.

Em outras palavras, não havia o que guardar, o que fere o hábito mental do leitor acumulador de livros. Para quem empilha livros como troféus, quase sempre sem ler na íntegra, comprar um livro na Amazon e só poder ler na Amazon em um primeiro momento é uma afronta.

De alguma forma, a Amazon está certa. Livros são para ler, não para exibir. Inertes na estante ou empilhados em algum lugar, são só comida adiada para cupins. Quer em papel? Pague (bem) mais caro.

A relação entre comprar-ter-ler um determinado livro está mudando…e a discussão vai muito além.

12 forças tecnológicas inevitáveis

O livro que comprei foi Inevitável: As 12 forças tecnológicas que mudarão o nosso mundo , de Kevin Kelly. Com ele atualizei um pouco minha visão já embaçada de futuro.

Segundo Kevin Kelly, a tendência é a troca do substantivo (exemplo: “compra” ou “compra de livro”) pelo verbo (exemplo: “ler”). Desmaterializa-se o produto e em seu lugar entra o processo. Isso se aplicará a todas as atividades humanas daqui para frente e esse é o mote do livro.

Quando produtos deixam de ser produtos e se tornam serviços e processos, então substantivos viram verbos!

Enquanto novos verbos vão surgindo ( o “algoritmizar”, por exemplo), outros vão adquirindo novos sentidos. O autor propõe com base em um conjunto de verbos, novas direções ou forças das tecnologias que irão exigir novas ocupações profissionais e ditar novos comportamentos das pessoas daqui em diante.

Elenco aqui, superficialmente, os doze verbos e seus novos significados (cada verbo é um capítulo do livro):

1 – Verbo TORNAR-SE: saem produtos fixos e entram serviços de assinaturas sempre atualizados.

O mundo que teremos em 30 anos depende de tecnologias que ainda não foram inventadas. As versões de aplicativos com funções inéditas duram 30 dias. Nada está pronto e acabado. Isso implica ser constantemente um aprendiz e um novato. Tudo em fluxo e em movimento. O autor compara os dias de hoje com o início da Internet.

2 – Verbo Cognitivar: tornar tudo muito mais inteligente usando Inteligência Artificial (IA) poderosa e quase de graça, obtível de graça na nuvem. IA acelera. Na velocidade com que a IA acelera, uma criança nascida hoje não irá ao médico obter diagnóstico quando ela se tornar adulta. Em breve vamos ligar IA na eletricidade como energia elétrica. O que for manual você coloca na tomada, como limpar o tapete da sala, alimentar os animais, fazer compras.

Pegue alguma coisa manual que se possa fazer melhor (“X”) e adicione esperteza on-line. É a razão de ser das startupspegue X e adicione IA !

3 – Verbo FLUIR: tudo acontece em tempo real, nada pode ser fixo.

Se uma coisa não acontece na hora, ela não existe…movimentação bancária, notas na escola, notícias, compras de qualquer tipo. Mas para que operem em tempo real, tem que fluir. O que não está disponível na hora, merece ser ignorada.

Uma criança que nascer hoje, depois de adulta, dificilmente irá ao médico para receber um diagnóstico.

4 – Verbo VISUALIZAR em telas: transformar todas as superfícies em telas. A oralidade e a escrita serão substituídas por sinais e signos em telas. A cultura está mudando em função disso.

5 – Verbo ACESSAR: Mudança da sociedade… de uma sociedade onde possuíamos ativos para outra onde, em vez disso, teremos acesso aos serviços em todos os momentos. Você não tem mais o carro que desvaloriza na garagem mas pode se deslocar a qualquer momento para onde quiser.

6 – Verbo COMPARTILHAR: Colaboração em grande escala. Diz o autor: “No meu Índice de Medidor de Compartilhamento imaginário, ainda estamos em 2 de 10.” Isto é, mal começamos a compartilhar.

7 – Verbo FILTRAR: Tem a ver com superabundância. A cada 12 meses são produzidas 8 milhões de canções, 2 milhões de novos livros, 16.000 filmes, 30 bilhões de postagens em redes sociais, 400.000 novos produtos de todos os tipos. Filtragem por curadores, por amigos, pelo governo, por nós mesmos, por tecnologias. Google, Facebook e outras plataformas adquirem imensa prosperidade por conta da infraestrututa que desenvolveram em filtrar a atenção das pessoas.

8 – Verbo REMIXAR: Desempacotar produtos existentes em suas partes mais primitivas e, em seguida, recombinar de todas as maneiras possíveis. Aproveitar o que já existe e fazer outra coisa com o que já existe. Para sorte em quem é bom de brincar de Lego.

9 – Verbo INTERAGIR: Imergir em nossos computadores para maximizar seu envolvimento com outras pessoas e outras máquinas.

10 – Verbo RASTREAR: Empregar vigilância total para o benefício de determinados interesses. Tudo e saber da onde veio, o que faz, para que serve.

11 – Verbo QUESTIONAR: Promover boas perguntas agora é muito mais valioso do que ter boas respostas. Saber perguntar. A Ciência opera assim, o senso comum, não.

12 – Verbo COMEÇAR: Construir um sistema planetário conectando todos os humanos e máquinas em uma matriz global.

Observe que em um ambiente cada vez mais tecnológico, todos os verbos tem a ver com pessoas, de alguma maneira.

Por isso observar só a evolução da tecnologia em termos de futuro e ver como isso nos afeta, é olhar para o lado errado.

Precisamos olhar para nós mesmos porque somos parte da transformação. 

Feliz 2021 !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close